//Boletim Maio 2012

Boletim Maio 2012

2012-10-04T12:02:50+00:00maio 8th, 2012|Boletim|

Toda e qualquer pessoa tem o direito de experimentar que é amada por Deus. Orientados por essa motivação sobrenatural e com o auxílio de vocês, caros amigos, os missionários enfrentam qualquer caminho, por mais distante e por mais cansativo que seja.

Este é apenas o editorial do Boletim de Maio de 2012.
Você pode baixar o boletim na íntegra ao final deste texto (anexo).

 

O mês de maio é consagrado de modo todo especial à Mãe de Deus. Na liturgia, Maria recebe um título maravilhoso, cuja origem se encontra no Livro de Jesus Sirac: “Mãe do belo Amor”. O amor é realmente belo quando vem de Deus e conduz a Deus. É esse o parâmetro da beleza. Quanto mais o homem vai em busca do amor de Deus, tanto mais ele irradia beleza e amabilidade. Porque o amor de Deus é a raiz da sua dignidade: ele é amado por Deus e chamado a amar do mesmo modo como Deus ama. Só o amor de Deus torna o homem capaz de amar verdadeiramente o seu próximo e de respeitá-lo em toda a sua dignidade. “O que tiverdes feito a um dos meus irmãos mais pequeninos, foi a mim que o fizestes”.

A bem-aventurada Madre Teresa de Calcutá muitas vezes resumia todo o seu trabalho justamente nessas poucas palavras de Jesus: Foi a mim que o fizestes. Ela conta: “Um dia trouxeram da rua um homem. Metade do seu corpo já estava comido pelos vermes. Ninguém conseguia ficar perto dele, tanto era o mau cheiro. Então eu fui até ele para limpá-lo. Ele olhou para mim, depois perguntou: ‘Por que você faz isso? Todo mundo me jogou fora; você, por que faz isso? Por que você vem para junto de mim?’ – ‘Eu amo você’, disse eu. ‘Eu amo você, você é Jesus na terrível veste do sofrimento. Jesus compartilha o sofrimento dele com você.’ E então ele levantou os olhos e disse: ‘Mas você, também você, fazendo isso que está fazendo, também compartilha o sofrimento.’ Eu disse: ‘Não. Eu compartilho com você a alegria de amar, amando Jesus Cristo em você.’ Ao que esse cavalheiro hindu disse: ‘Louvado seja Jesus Cristo.’ Ele tinha experimentado que ele era Alguém, uma pessoa; que ele era amado.”

Toda e qualquer pessoa tem o direito de experimentar que é amada por Deus. Orientados por essa motivação sobrenatural e com o auxílio de vocês, caros amigos, os missionários enfrentam qualquer caminho, por mais distante e por mais cansativo que seja, para levar Jesus a todos. Nele reconhecemos nossa própria “imagem e semelhança de Deus”, que nos predestina a sermos imitadores de Deus no seu amor. Ninguém melhor do que Nossa Senhora consegue nos ensinar o “belo amor”, o amor que se faz inteiramente dom para com Deus e para com o próximo. O santo italiano dos jovens, Gabriele Possenti (1838-1862) escreveu na sua ‘Profissão de Fé Mariana’ que até mesmo os anjos aprendem de Maria como se ama: “Eu creio, Maria, que somente tu cumpriste com perfeição o mandamento do Senhor: ‘Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração’; de modo que os bem-aventurados serafins do céu poderiam ter descido para aprender no teu coração como se ama a Deus.”

Leave A Comment