//Boletim Junho 2010

Boletim Junho 2010

2012-08-17T16:43:42+00:00maio 27th, 2010|Boletim|

“Quantas mais pessoas trouxermos para debaixo do fogo – refiro-me ao fogo do amor – maior será o número dos corações a arder pela Igreja que sofre”.

Este é apenas o editorial do Boletim de Junho de 2010.
Você pode baixar o boletim na íntegra ao final deste texto (anexo).

 

Sempre faz muito bem reavivar em nós a grande verdade revelada por São João, o discípulo amado do Mestre: “Com efeito, de tal modo Deus amou o mundo que Deus deu seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. Deus não enviou o seu Filho ao mundo para condená-lo, mas para que o mundo seja salvo por Ele” (Jo 3,16-17). É na confiança desse amor sem limites de Deus que lhe escrevo neste mês consagrado à devoção ao Sagrado Coração de Jesus.

Jesus, o Filho do Pai Eterno por sua encarnação no ventre de Maria nos abraçou em nossa humanidade completa, e mesmo sem pecado algum, assumiu sobre si todos os nossos pecados. É o cordeiro vivo de Deus que tira os pecados do mundo.

Como explicar este amor de Deus Pai por nós na Pessoa de Jesus? Não há palavras. Tem total razão Isaias ao nos dizer: “O ouvido jamais ouviu e olho jamais viu que um Deus além de ti tenha feito tanto por aqueles que nele confiam” (Is 64,3s) … Sim, este é o amor do coração de Deus Pai revelado no livro do Êxodo, 3,7s. Temos um Deus que nos vê, nos ouve, nos sente, que desce ao nosso encontro e nos toma no colo, não descansando enquanto não nos dá a terra onde corre leite e mel, isto é, enquanto não nos restitui a filiação divina através dos méritos da redenção de seu Filho amado Jesus.

Jesus é o grande missionário do infinito amor misericordioso de Deus Pai. Faz muito bem sempre mais sabermos que, em um mundo que nos esquece e mesmo nos explora, temos um Deus que é Pai, que caminha conosco, que sofre nossa vida, que nos abraça em nossa história e dores.

Santa Faustina dizia: “Ah se soubéssemos com que amor Deus nos ama! Aproximai-vos do infinito amor misericordioso do Pai e sereis todos salvos”. O grande caminho para vivermos o amor da misericórdia de Deus Pai é Jesus, o amor de seu Sagrado Coração.

Amar Jesus, seguir e viver Jesus, ser discípulo, discípula de Jesus, devotos do Sagrado Coração de Jesus é buscarmos em tudo seguir seus passos e a sua vida, tendo o compromisso com a sorte e o destino dos que mais sofrem no nosso meio, e na humanidade.

O Papa Bento XVI assim se expressou ao nos falar do amor ao coração de Jesus: “Jesus tem um coração, e mais ainda, um coração de carne. Ele se fez carne precisamente para poder sofrer conosco, para sentir nossa vida e nossos sofrimentos… Deus, na Pessoa de Jesus, se fez homem para nos amar e despertar em nós o amor pelos que mais sofrem necessidades pelo mundo”.

Rogo que o amor do Sagrado Coração de Jesus se transforme em realidade sempre mais presente em sua vida e na vida dos seus.

Leave A Comment

A ACN está na Copa do Mundo. Ajude-nos a ganhar!