//Boletim Abril 2012

Boletim Abril 2012

2012-10-04T12:03:06+00:00abril 5th, 2012|Boletim|

A família e o sacerdócio estão diretamente enraizados no mistério de Deus e estão ordenados um ao outro.

Este é apenas o editorial do Boletim de Abril de 2012.
Você pode baixar o boletim na íntegra ao final deste texto (anexo).

 

Sua vocação e missão é transmitir a fé – e, juntamente, a vida – às gerações vindouras. Hoje em dia essas duas células germinais da Igreja são questionadas e ameaçadas mais do que nunca. Elas correm o perigo de perder a vida da fé e da graça, para a qual foram criadas. Por isso está na ordem do dia: reavivar a fé no seio dessas duas células germinais.

Por esse motivo o Santo Padre Bento XVI proclamou o Ano da Fé, que terá seu início em outubro de 2012 e, de certo modo, dará continuidade ao Ano Sacerdotal. Com efeito, o aprofundamento da fé está intimamente vinculado à renovação do sacerdócio, porque, de fato, os padres são chamados a serem mensageiros e mediadores da fé. E uma família que reza é o berço da vocação sacerdotal.

O bem-aventurado Papa João Paulo II escreveu estas impressionantes recordações a respeito de seu pai, no livro de sua autoria Presente e Mistério: “Eu mal tinha nove anos quando perdi minha mãe. Após a morte dela fiquei sozinho com meu pai, um homem profundamente religioso. Pude observar diariamente a sua vida, que era digna e rigorosa. De profissão ele era soldado. E quando ficou viúvo, sua vida se tornou uma vida de constante oração. Acontecia-me acordar de noite e encontrar meu pai de joelhos no chão, do mesmo modo como eu sempre o via ajoelhado na igreja paroquial. Entre nós nunca tínhamos falado a respeito de vocação ao sacerdócio, mas o seu exemplo foi para mim, de certo modo, o primeiro seminário, uma espécie de seminário doméstico.”

Caros amigos, por meio de suas orações e doações vocês possibilitam a milhares de seminaristas e padres sem recursos, no mundo inteiro, que sigam fielmente a Jesus. Vocês se tornaram a família espiritual deles e os ajudam a acreditar no seu sacerdócio. A última palavra da Sagrada Escritura e a oração mais breve, que vem da mesma raiz etimológica da palavra Fé, é a palavra hebraica Amém. Nós a pronunciamos antes de cada santa Comunhão. Ela significa solidez, confiabilidade e fidelidade de Deus para conosco, mas ela expressa também toda a nossa confiança e a nossa entrega a Deus. Nosso “Amém” ao Senhor eucarístico é também um “Amém” ao mistério do sacerdócio, ao mistério da família e da Igreja, que é Seu Corpo. A necessidade coloca à prova a fé de muitos padres e de famílias. Eles precisam do nosso amor para poderem permanecer fiéis à sua vocação.

Desejo a todosuma Festa de Páscoa repleta de muitas graças!

Leave A Comment