Um colaborador da ACN (Ajuda à Igreja que Sofre) retornou recentemente do país conhecido como “a Coreia do Norte da África”. Assim como na Coreia do Norte, os cristãos da Eritreia são presos e, em muitos casos, torturados na cadeia por causa de sua fé. Muitos cristãos são encarcerados sem julgamento ou sem acusação formal. São presos sob o pretexto de porem em risco a segurança nacional. Mais de 3 mil eritreus estão detidos por razões religiosas. Destes, mais de 70% são cristãos.

Publicado em Notícias
Segunda, 28 Novembro 2016 16:29

“Eritreia está sedenta por Deus”

Padre Andrzej Halemba, responsável pelos projetos no Oriente Médio da ACN (Ajuda à Igreja que Sofre), conta suas primeiras impressões após sua recente visita à Eritreia.

Publicado em Notícias
Quinta, 09 Fevereiro 2017 12:29

A ACN na África

“É noite na África. E, no meio desta noite, eu viajo de Roma a Kinshasa. A viagem leva 6 horas”. O comentário está datado em abril de 1965 e registrado no livro “Onde Deus Chora” (Where God Weeps). Seu autor é padre Werenfried van Straaten, fundador da ACN (Ajuda à Igreja que Sofre). As linhas que abrem essa reportagem percorrem os momentos prévios da sua chegada na capital da República Democrática do Congo. Aquela primeira presença no continente se limitou a nove dias durante os quais, além de Kinshasa, conheceu Kivu, Isiro e Kisangani. Durante seu regresso, descreveu os passos dados naquele itinerário como “as estações da Via Sacra”. Depois daquele primeiro trajeto, ocorreram mais cinco viagens, de setembro de 1968 até os finais da década de 80, nas quais o também chamado de Padre Toucinho conheceu as misérias do continente e a pobreza da Igreja. Mas também já visualizava o trabalho que a Igreja deveria realizar na África e o apoio que a ACN poderia oferecer naquele caminho.

Publicado em Notícias
Terça, 18 Julho 2017 12:48

Mali: em busca da paz

De acordo com o "Relatório sobre Liberdade Religiosa no Mundo", publicado pela ACN – Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre, o Mali decaiu em caos em março de 2013, após um golpe militar. Quando os jihadistas e grupos rebeldes ameaçaram invadir todo o país, a França, que exerceu poder colonial sobre o Mali até 1960, interveio militarmente. Em 2015, o governo maliano assinou um acordo de paz em Bumako com uma parcela dos grupos rebeldes armados. Enquanto o sul do país é considerado relativamente seguro, a situação no norte é tensa.

Publicado em Notícias
Quinta, 13 Abril 2017 10:01

Uma religiosa católica no Níger

É início de janeiro de 2015: Por toda parte os meios de comunicação divulgam caricaturas de Maomé copiadas da revista satírica francesa "Charlie Hebdo". A partir disso, a tensão tem aumentando no Níger. Em 16 e 17 de janeiro deste mesmo ano, manifestantes muçulmanos furiosos começam a atacar igrejas e escolas, conventos e casas religiosas e também cristãos pelas ruas. Zinder e Niamey são as regiões mais afetadas. Os incêndios também estão ocorrendo em Maradi e em outras regiões. Nós – religiosas católicas no Níger desde 2006 – nos preparamos para o pior.

Publicado em Notícias

O período da Quaresma nos proporciona uma excelente oportunidade, uma vez mais, para aprofundar nossa vida interior, para fazer mais boas obras, buscar o perdão de Deus e tentar curar relacionamentos quebrados. Durante este tempo, as leituras das escrituras nos lembram que aqueles que retornam ao Senhor, mesmo que estejam despedaçados pelo pecado, Ele os curará, cuidará de suas feridas e os trará para uma vida espiritual saudável.

Publicado em Deus quer falar
Segunda, 24 Outubro 2016 17:32

A presença arriscada da Igreja na Somália

“Mesmo se tiver que ser no silêncio, ainda assim é melhor do que não estar”, é o que afirma Dom Giorgio Bertin, administrador apostólico de Mogadishu e bispo de Djibouti, se referindo à presença da Igreja Católica nessa parte da África, onde ele tem vivido e estado à serviço da Igreja por já há quase 40 anos.

Publicado em Notícias
Terça, 23 Maio 2017 13:56

Aprendendo sobre Jesus...

Construção de duas salas para catequese na Paróquia de São Paulo Apóstolo das Nações da diocese de Dapaong, Togo.

Publicado em Projetos
Quarta, 10 Maio 2017 13:44

A presença da Igreja fortalece o povo

A recém-criada paróquia de Gbunzunzu, diocese de Wamba, na República Democrática do Congo, está situada em uma área de mineração de ouro, onde muitas pessoas tentam ganhar a vida cavando para descobrir ouro. As minas fazem um pequeno número de pessoas muito ricas, mas para todo o resto elas significam exploração sem fim, pobreza, saúde arruinada e até mesmo uma morte precoce. Os trabalhadores arriscam suas vidas trabalhando em condições terríveis, expostas a materiais cancerígenos e radioativos e vivendo apertadas em barracas lotadas, separadas de suas famílias e longe de suas aldeias. Muitas vezes suas estruturas familiares tradicionais são destruídas como resultado do contexto em que vivem.

Publicado em Projetos

Dom Michael Didi Adgum Mangoria foi nomeado arcebispo da arquidiocese de Cartum, Sudão, desde novembro de 2016. A ACN – Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre - visitou recentemente o Sudão. Durante a viagem, a ACN falou com Dom Michael Didi sobre a situação da Igreja no Sudão. A entrevista foi realizada por Oliver Maksan.

Publicado em Notícias
Página 1 de 5