//Iraque: 15 mil cristãos devem voltar para casa este mês

Iraque: 15 mil cristãos devem voltar para casa este mês

2017-09-01T20:42:20+00:00 setembro 1st, 2017|Notícias|

Dentro de apenas um mês, se espera que até 15 mil cristãos iraquianos deslocados retornem à cidade nas antigas planícies de Nínive, Iraque, que sofreram a pior violência perpetrada pelo grupo autointitulado Estado Islâmico (EI).

O retorno de aproximadamente 3.000 famílias para Qaraqosh vem em meio a crescente preocupação entre os pais para garantir lugares para seus filhos nas escolas locais – sendo rapidamente reparadas a tempo para o novo ano acadêmico em setembro.

Prevendo um aumento nos repatriados, o coordenador de projetos da ACN no Oriente Médio, o padre Andrzej Halemba, disse que até 10.000 vagas de escola poderiam estar disponíveis em breve.

Números atuais

Até à data, cerca de 5.000 cristãos (1.000 famílias) voltaram a Qaraqosh, uma mera fração das 50.000 (10 mil famílias) que viveram até agosto de 2014, quando foram forçadas a fugir pela invasão do EI.

Mas com EI em grande parte derrotado e com o trabalho de reconstrução avançando, padre Halemba disse que o governo de Bagdá estava encorajando os cristãos a voltarem para Qaraqosh e outras cidades de Nínive para assumir empregos do setor público.

Pressa de voltar

Ele disse: “Muitas pessoas deslocadas internamente se casaram e muitos jovens querem se mudar para suas aldeias para obter estabilidade”. E completou afirmando que o reassentamento antecipado de muitas pessoas estava pressionando a ACN – e outras organizações – a reformar os edifícios e renovar a infraestrutura, como a eletricidade e o abastecimento de água.

O sacerdote disse que as pessoas estavam indiferentes às altas temperaturas em Qaraqosh – de até 50 ° C – e estavam dispostas a fazer o movimento de Erbil, a capital curda do norte do Iraque, que abriga as famílias deslocadas pelos passados três anos.
Outro motivo pelo qual tantas pessoas provavelmente deixariam o Curdistão era escapar do ambiente político cada vez mais enérgico antes de um referendo sobre a independência curda a partir de 25 de setembro. “Os cristãos observam o referendo como um fator de preocupação”, enfatizou ele.

Muito a fazer

Houve também um aumento nos repatriados para outras cidades e aldeias cristãs em toda a região. A ACN está trabalhando o mais rápido possível para reparar casas em Nínive, com 986 concluídos considerando um padrão habitável. Mas com outras 12 mil casas ainda a serem reparadas, o Padre Halemba, que atua como presidente do Comitê de Reconstrução da Nínive (NRC), disse que era necessário muito mais trabalho.

Leave A Comment

Seja um benfeitor da ACN

Um benfeitor é um missionário a partir da sua casa. É alguém que sai de si para compartilhar do pesado fardo de que tantas pessoas carregam pelo mundo. É tornar visível o Evangelho de Jesus!

Doação ACN
SEJA UM BENFEITOR