Sexta, 19 Maio 2017 14:31

Início da reconstrução em Nínive

Escrito por

Em três aldeias da Planície de Nínive, com auxílio da ACN – Ajuda à Igreja que Sofre, foram iniciados os trabalhos de reconstrução das primeiras 100 das cerca de 13 mil casas destruídas pelo grupo autodenominado Estado Islâmico (EI) no Iraque. Na no dio 8 de maio, pelas igrejas das três aldeias cristãs de Bartella, Karamless e Qaraqosh, as oliveiras foram entregues aos proprietários das casas para plantá-las nos seus terrenos. Esse gesto também significou uma mensagem para essas famílias: reponham suas raízes onde vocês nasceram, vivam e tragam frutos de paz e reconciliação.

Bispo acusa as autoridades nigerianas de suprimento suspeito de armas para rede islâmica terrorista, que ele afirma estar infiltrada nos governos estadual e federal.

Quarta, 17 Maio 2017 12:43

Ataque a sacerdote na Catedral do México

Escrito por

O sacerdote Miguel Ángel Machorro que foi apunhalado por arma branca nesta segunda-feira, dia 15 de maio, pela tarde, no altar-mor da Catedral Metropolitana do México, está entre a vida e a morte, segundo informado na coletiva de imprensa realizada na própria igreja.

Terça, 16 Maio 2017 17:25

Crise na Venezuela: cardeal clama por orações

Escrito por

O Cardeal Baltazar Enrique Porras, Arcebispo de Mérida, esteve na sede internacional da ACN – Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre, e falou sobre a grave situação do país e dos terríveis problemas que o povo venezuelano tem passado, como a escassez de medicamentos e alimentos. Ele pediu também que todos os fiéis se unam na Jornada de Oração pela Venezuela, convocada pela conferência dos bispos do país, que acontecerá no próximo domingo, 21 de maio. A ACN participará desta Jornada de Oração pela Paz na Venezuela.

Na segunda-feira de manhã (08 de maio), a Fundação Pontifícia ACN (Ajuda à Igreja que Sofre) consagrou três locais de construção nas aldeias de Bartella, Karemlash e Baghdeda, em Qaraqosh, para a reconstrução das primeiras 105 casas pertencentes a famílias cristãs internamente deslocadas. Os proprietários das casas receberam cada um uma pequena oliveira para que estas possam crescer em seus jardins como um símbolo de paz e reconciliação.

Página 8 de 112