Sexta, 05 Maio 2017 16:59

Liberdade crucificada!

Como eu - feito refém por um grupo de jihadistas, preso por quase cinco meses, frequentemente ameaçado de decapitação, e depois de testemunhar o sequestro e prisão de 250 dos meus paroquianos - como eu podia responder à minha liberação? Havia algum espaço para o amor nesta experiência?

Publicado em Notícias

A ACN – Ajuda à Igreja que Sofre – está apoiando um projeto para a reconstrução de um centro poliesportivo para a comunidade cristã armênia de Alepo.

Publicado em Projetos
Quinta, 06 Julho 2017 14:11

Cristãos estão retornando para Alepo

O padre franciscano Ibrahim Alsabagh informa que 15 famílias católicas, que emigraram, já retornaram para a Alepo e muitas outras têm esperança de poder fazer o mesmo.

Publicado em Notícias
Sexta, 06 Janeiro 2017 16:36

O Natal de Alepo

A ACN (Ajuda à Igreja que Sofre) entrevista o Padre Ziad Hilal em Alepo, Síria. Por Maria Lozano.

Publicado em Notícias
Quarta, 19 Outubro 2016 16:23

"Revolução contra violência"

Padre Jacques Mourad, um monge sírio que foi mantido em cativeiro pelo grupo Estado Islâmico (EI) por 5 meses, ainda clama por diálogo.

Publicado em Notícias
Sexta, 19 Maio 2017 15:40

Funeral de mais 5 mártires sírios

No dia 25 de abril, em Damasco, o Patriarca greco-melquita Gregório III Laham, de Antioquia, finalmente celebrou a Missa de Exéquias para cinco cristãos sírios que haviam sido sequestrados em 2013 por rebeldes islâmicos extremistas na cidade de Maaloula. Após a Missa, seus corpos foram finalmente transladados para serem enterrados nessa cidade de maioria cristã de onde eram originários.

Publicado em Notícias
Terça, 07 Março 2017 12:37

"Nenhuma casa saiu imune da guerra"

Em conversa com a ACN – Ajuda à Igreja que Sofre, realizada no marco da Conferência Regional de 2017, a Irmã Annie Demerjian, da ordem das Irmãs de Jesus e Maria, conta que a crise na Síria continua apesar do cessar-fogo: “Na Síria, nenhuma casa saiu imune à guerra”. Continua: “Em Alepo há uma grande carência de eletricidade, não é raro só haver luz durante uma ou duas horas por dia e, às vezes, nem mesmo isso, de modo que recorremos a velas. Combustível é um problema porque o governo não é capaz de distribuí-lo”. E prosseguiu: “Em Alepo também passamos por falta d’água, moramos em uma cidade sem água e, às vezes, ficamos por um dia e meio sem água”.

Publicado em Notícias
Sexta, 10 Março 2017 16:50

6 anos de guerra na Síria

Uma mulher chora. Coberta com véu onde está escrito em árabe “Síria”. Grávida, a mulher derrama lágrimas sobre seu ventre onde estão dois bebezinhos lutando. A mãe levanta um punhal com suas mãos ameaçando de morte os frutos do próprio ventre. Esse é um dos inúmeros desenhos enviados de Alepo e de outras cidades na Síria à ACN – Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre. As cenas desenhadas pelas crianças são sobre bombardeios, morte, choro, casas destruídas, armas, fogo e guerra, e revelam o profundo sofrimento que têm passado nos últimos seis anos. Em um outro desenho, um homem com uma mala está chorando. Sua mulher com lágrimas nos olhos se despede dele. Ela usa um vestido rosa com corações.

Publicado em Notícias
Quarta, 07 Dezembro 2016 17:07

A trajetória de uma familia síria

A família de Hani Anton, de 48 anos de idade, possui 5 membros: ele, sua esposa Mary de 42 anos e 3 filhos. O mais velho é o Georgio com 20 anos; a filha do meio é a Joelle, que aos 17 anos está completando seus estudos após interrupção de um ano pelo início da crise; e o caçula é o Johnny de 13 anos, que também ficou fora da escola por um ano por questão médica (passou por três operações por mal formação congênita e obstrução dos ureteres e intentino) e agora termina a escola secundária.

Publicado em Notícias

O conflito em Alepo nos últimos dias tem sido especialmente bem violento. Tanto a leste como a oeste, de quarteirão em quarteirão, de rua em rua, intenso bombardeio combinado com tiros de armas de fogo tem marcado o fluxo e refluxo da guerra entre os rebeldes e as forças governamentais. O controle de Alepo, a segunda maior cidade da Síria, é decisivo para a resolução do conflito que custou mais de 400.000 vidas e consome o país por quase 6 anos.

Publicado em Notícias
Página 1 de 3