Segunda, 06 Novembro 2017 14:48

Um carro para o ministério pastoral em Alepo

A igreja católica latina de Nossa Senhora do Anunciação está situada no coração de um dos distritos de Alepo, que foi a cidade mais devastada durante a recente guerra civil na Síria. A própria igreja foi destruída e repetidamente saqueada.

Publicado em Projetos

Em uma conferência de imprensa realizada em Colônia, na Alemanha, no último fim de semana, pela Fundação Pontifícia ACN, arcebispos oriundos da Nigéria e da Síria falaram sobre a dramática e difícil situação enfrentada pelos cristãos em seus respectivos países. Dom Matthew Man-Oso Ndagoso, da diocese de Kaduna, no norte da Nigéria, e Dom Joseph Tobji, arcebispo maronita de Alepo, na Síria, falaram sobre os perigos e ameaças constantes de violência, sobre o grande número de deslocados e refugiados e, até mesmo, sobre o perigo da extinção do cristianismo em suas terras.

Publicado em Notícias
Terça, 07 Março 2017 12:37

"Nenhuma casa saiu imune da guerra"

Em conversa com a ACN – Ajuda à Igreja que Sofre, realizada no marco da Conferência Regional de 2017, a Irmã Annie Demerjian, da ordem das Irmãs de Jesus e Maria, conta que a crise na Síria continua apesar do cessar-fogo: “Na Síria, nenhuma casa saiu imune à guerra”. Continua: “Em Alepo há uma grande carência de eletricidade, não é raro só haver luz durante uma ou duas horas por dia e, às vezes, nem mesmo isso, de modo que recorremos a velas. Combustível é um problema porque o governo não é capaz de distribuí-lo”. E prosseguiu: “Em Alepo também passamos por falta d’água, moramos em uma cidade sem água e, às vezes, ficamos por um dia e meio sem água”.

Publicado em Notícias
Terça, 07 Fevereiro 2017 12:12

Um "Plano Marshall" para Nínive

"A esperança está voltando para a Planície de Nínive", relata o especialista em Oriente Médio de uma instituição de caridade católica após retornar de uma missão de averiguação em aldeias cristãs iraquianas libertadas em novembro do grupo autodenominado Estado Islâmico (EI). O padre Andrzej Halemba, diretor de projetos do Oriente Médio da ACN (Ajuda à Igreja que Sofre), afirmou que "apesar das muitas questões urgentes que precisam ser esclarecidas, as pessoas estão dispostas a voltar para suas aldeias". Quando perguntado sobre a natureza dessas "questões urgentes", o Pe. Halemba refere-se à apropriação ilegal das casas abandonadas, à investigação do suposto uso de armas químicas na destruição de casas cristãs e, para as famílias cristãs que desejam ir para casa, ao medo da violência por parte dos militantes e fundamentalistas que não desejam que os cristãos retornem.

Publicado em Notícias

Depois da reunião no Vaticano entre o Papa Francisco e Ahmed al-Tayeb, o Grande Imã da Universidade muçulmana sunita al-Azhar, as esperanças aumentaram no Egito de que cristãos e muçulmanos fiquem mais próximos.

Publicado em Notícias
Sexta, 10 Março 2017 16:50

6 anos de guerra na Síria

Uma mulher chora. Coberta com véu onde está escrito em árabe “Síria”. Grávida, a mulher derrama lágrimas sobre seu ventre onde estão dois bebezinhos lutando. A mãe levanta um punhal com suas mãos ameaçando de morte os frutos do próprio ventre. Esse é um dos inúmeros desenhos enviados de Alepo e de outras cidades na Síria à ACN – Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre. As cenas desenhadas pelas crianças são sobre bombardeios, morte, choro, casas destruídas, armas, fogo e guerra, e revelam o profundo sofrimento que têm passado nos últimos seis anos. Em um outro desenho, um homem com uma mala está chorando. Sua mulher com lágrimas nos olhos se despede dele. Ela usa um vestido rosa com corações.

Publicado em Notícias

A Sat7, criada há dezesseis anos, é mantida pela ACN – Ajuda à Igreja que Sofre

Publicado em Projetos

Os católicos melquitas de Homs celebram pela primeira vez o Natal na Catedral de Nossa Senhora da Paz depois da liberação da cidade. A paz, entretanto, ainda não há estabilidade total na cidade de Homs. Poucas semanas antes das celebrações, dia 5 de dezembro, uma bomba explodiu em um ônibus, matando seis pessoas e ferindo outras oito.

Publicado em Notícias
Segunda, 12 Dezembro 2016 14:53

Iraque: “Nós ainda temos medo”

Durante visita à sede da Fundação Pontifícia ACN (Ajuda à Igreja que Sofre), o arcebispo católico sírio de Mossul, Yohanna Petros Mouche, declarou que os cristãos ainda temem retornar aos seus locais de origem, apesar da liberação da planície de Nínive. Ele disse que “não está claro” quem garantirá a segurança nas aldeias já liberadas e falou que se sente “traído” pelo governo.

Publicado em Notícias

Dois dias após aos ataques no norte da Síria, os cristãos de Afrin lançaram um apelo público urgente para obter ajuda. "Os fiéis da igreja do Bom Pastor em Afrin estão pedindo proteção internacional imediata", lê o apelo, que foi encaminhado para a Fundação Pontifícia ACN. "Clamamos que pare o bombardeio turco imediatamente".

Publicado em Notícias
Página 1 de 5