Os capuchinhos têm uma forte presença na Etiópia. Dos 90 ou mais que estão trabalhando ativamente na pastoral, muitos estão servindo em áreas remotas e negligenciadas, onde praticamente não há mais ninguém para ajudar o povo além deles.

Publicado em Projetos

14 membros da ACN – Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre, incluindo diretores e membros do departamento de comunicação de diversos escritórios nacionais, viajaram em março para os estados de Borno, Jos e Kaduna, no norte da Nigéria em busca de informações sobre a situação dos cristãos na região e também em solidariedade a eles, em razão das tensões e violência dessa parte do país de maioria muçulmana.

Publicado em Notícias
Segunda, 24 Outubro 2016 17:32

A presença arriscada da Igreja na Somália

“Mesmo se tiver que ser no silêncio, ainda assim é melhor do que não estar”, é o que afirma Dom Giorgio Bertin, administrador apostólico de Mogadishu e bispo de Djibouti, se referindo à presença da Igreja Católica nessa parte da África, onde ele tem vivido e estado à serviço da Igreja por já há quase 40 anos.

Publicado em Notícias
Quinta, 09 Fevereiro 2017 12:29

A ACN na África

“É noite na África. E, no meio desta noite, eu viajo de Roma a Kinshasa. A viagem leva 6 horas”. O comentário está datado em abril de 1965 e registrado no livro “Onde Deus Chora” (Where God Weeps). Seu autor é padre Werenfried van Straaten, fundador da ACN (Ajuda à Igreja que Sofre). As linhas que abrem essa reportagem percorrem os momentos prévios da sua chegada na capital da República Democrática do Congo. Aquela primeira presença no continente se limitou a nove dias durante os quais, além de Kinshasa, conheceu Kivu, Isiro e Kisangani. Durante seu regresso, descreveu os passos dados naquele itinerário como “as estações da Via Sacra”. Depois daquele primeiro trajeto, ocorreram mais cinco viagens, de setembro de 1968 até os finais da década de 80, nas quais o também chamado de Padre Toucinho conheceu as misérias do continente e a pobreza da Igreja. Mas também já visualizava o trabalho que a Igreja deveria realizar na África e o apoio que a ACN poderia oferecer naquele caminho.

Publicado em Notícias

Fazem apenas 45 anos que a Igreja Católica chegou em Borana, no extremo sul da Etiópia, fronteira com o Quênia. Os padres missionários do Espírito Santo (espiritanos), que trabalham nesta área, estabeleceram três paróquias e várias escolas.

Publicado em Projetos
Segunda, 28 Novembro 2016 16:29

“Eritreia está sedenta por Deus”

Padre Andrzej Halemba, responsável pelos projetos no Oriente Médio da ACN (Ajuda à Igreja que Sofre), conta suas primeiras impressões após sua recente visita à Eritreia.

Publicado em Notícias
Terça, 24 Janeiro 2017 14:09

Perseguição aos cristãos na Nigéria

Entre 2006 e 2014, mais de 12 mil cristãos foram mortos e 2 mil igrejas destruídas por grupos terroristas islâmicos na Nigéria. Estes são os números citados por Dom Joseph D. Bagobiri, bispo da diocese de Kafanchan, no Estado de Kaduna, no norte do país, ao visitar o escritório italiano da ACN (Ajuda à Igreja que Sofre) em Roma. Além disso, o Boko Haram é responsável pelo fato da Nigéria ocupar o 3º lugar do Índice Global de Terrorismo de 2016¹. Todavia, como Dom Joseph apontou, Boko Haram não é o único grupo que está espalhando o terror no país.

Publicado em Notícias
Quarta, 10 Maio 2017 13:44

A presença da Igreja fortalece o povo

A recém-criada paróquia de Gbunzunzu, diocese de Wamba, na República Democrática do Congo, está situada em uma área de mineração de ouro, onde muitas pessoas tentam ganhar a vida cavando para descobrir ouro. As minas fazem um pequeno número de pessoas muito ricas, mas para todo o resto elas significam exploração sem fim, pobreza, saúde arruinada e até mesmo uma morte precoce. Os trabalhadores arriscam suas vidas trabalhando em condições terríveis, expostas a materiais cancerígenos e radioativos e vivendo apertadas em barracas lotadas, separadas de suas famílias e longe de suas aldeias. Muitas vezes suas estruturas familiares tradicionais são destruídas como resultado do contexto em que vivem.

Publicado em Projetos

Recentemente, uma delegação da ACN – Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre – visitou o Sudão. Somente em 2016, a instituição de caridade apoiou a Igreja no país africano com quase dois milhões de reais.

Publicado em Notícias

Quando Antoinette disse ao seu namorado que ela estava grávida, ele simplesmente bateu a porta na sua cara. De repente eles já não tinham mais nenhum contato. O tio de Antoinette, em cuja casa ela estava morando, simplesmente a expulsou de lá quando soube da sua gravidez. A garota de 16 anos se encontrava completamente sozinha. Mesmo tendo todos ingredientes para um final trágico, a história acabou bem. Um vizinho lhe informou sobre um centro para mulheres grávidas e mães solteiras, administrado pela Igreja Católica em Dedougou. Ali Antoinette ficou edeu à luz a sua bebê numa atmosfera de apoio e amor.

Publicado em Projetos
Página 1 de 5