Quarta, 24 Janeiro 2018 14:36

Bombardeiros turcos no norte da Síria: cristãos clamam por ajuda

Escrito por
Avalie este item
(2 votos)
Cidade de Alepo, Síria Cidade de Alepo, Síria

Dois dias após aos ataques no norte da Síria, os cristãos de Afrin lançaram um apelo público urgente para obter ajuda. "Os fiéis da igreja do Bom Pastor em Afrin estão pedindo proteção internacional imediata", lê o apelo, que foi encaminhado para a Fundação Pontifícia ACN. "Clamamos que pare o bombardeio turco imediatamente".

O apelo foi escrito por membros da comunidade evangélica local durante os bombardeios que começaram no norte da Síria no fim de semana passado.

"Estamos sob um ataque sério", afirma a mensagem desesperada dos cristãos em Afrin, que inclui 250 famílias nos arredores. Afrin faz parte da região de Alepo, onde há cerca de 30 mil cristãos.

De acordo com o apelo, a comunidade está mesmo cercada: durante vários dias eles foram sujeitos a bombardeios turcos pesados e sofreram ataques de tropas islamitas que também estão entrando na zona desse conflito.

Os parceiros de projeto da ACN nessa região relataram que em Damasco, no sul da Síria, os ataques contra distritos cristãos começaram na última segunda-feira também. Várias pessoas ficaram feridas, com pelo menos uma morte. A maioria das vítimas são jovens.

De acordo com a Arquidiocese Maronita de Damasco, 24 pessoas ficaram feridas, incluindo sete crianças atingidas enquanto entravam na escola. A curta mensagem afirmou que há medo entre os fiéis e pediu orações pela paz, principalmente no dia 25 de janeiro – festa da conversão de São Paulo – que é uma data-chave na Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos.

No outono passado a situação de segurança melhorou até o ponto em que as escolas na Síria puderam reabrir. A ACN continua a prestar ajuda de emergência para a Síria.

Lido 1171 vezes Última modificação em Quarta, 24 Janeiro 2018 14:51

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.