"Se não fizermos nada, o destino dos filhos dos ciganos estará selado", disse o padre salesiano Martin Jilek de Stara Zagora na Bulgária Central, a 230 quilômetros a leste da capital, Sófia. "Eles se casam dentro de seu clã quando completam quatorze anos. Então eles têm filhos logo no início do casamento e vivem do benefício infantil pago pelo governo, que é de cerca de 40 levs por mês e filho (aproximadamente 80 reais). Essa é a única fonte de renda de muitas famílias ciganas".

Publicado em Projetos

O presidente executivo internacional da ACN - Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre, Barão Johannes Heereman, homenageou o Cardeal Lubomyr Husar, morto na quarta-feira (31 de maio) aos 84 anos , como um "verdadeiro homem de Deus" e um "líder da igreja com profunda sabedoria e circunspecção". O cardeal, que era o arcebispo maior da Igreja greco-católica da Ucrânia de 2001 a 2011, trabalhou em conjunto com a instituição de caridade ACN durante muitos anos e foi um amigo íntimo do padre Werenfried van Straaten, fundador da ACN.

Publicado em Notícias

Em 17 de maio de 2017, o Cardeal Miloslav Vlk, ex-Arcebispo de Praga, teria celebrado seu 85º aniversário. No entanto, ele morreu apenas dois meses antes. Somente algumas horas antes de sua morte, ele sussurrou as palavras "Rei mais belo". Quando perguntado o que ele quis dizer com isso, ele respondeu: "Jesus na Cruz". Essas foram suas últimas palavras.

Publicado em Projetos
Sexta, 14 Julho 2017 16:28

Revigorando o espírito

A ACN – Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre – está apoiando mais de 20 acampamentos e cursos de verão¹ este ano, no Oriente Médio e Europa Oriental principalmente.

Publicado em Projetos

A vila de Ros, na diocese de Grodno, Bielorrússia tem sido durante séculos um lugar especial. Lá, há uma imagem do Cristo Sofredor que tem sido reverenciado por 400 anos e que ainda atrai muitos fiéis católicos buscando graças de Deus - e em muitos casos as graças são recebidas. Tantas necessidades foram confiadas ao longo dos anos a Cristo e tantas pessoas experimentaram a cura do corpo, ou da alma, ou ainda foram embora confortadas em suas preocupações. Entre outras coisas, muitos casais sem filhos, que sofreram por muitos anos, receberam a graça de finalmente se tornarem pais.

Publicado em Projetos

Magda Kaczmarek, chefe do departamento de projetos da ACN – Ajuda à Igreja que Sofre – que atende à Macedônia, visitou o país do sudeste da Europa em junho de 2017. Na entrevista a seguir, ela descreve as primeiras impressões que conseguiu obter na única diocese católica do país e no exarcado (diocese) greco-católico.

Publicado em Notícias
Quarta, 26 Outubro 2016 16:44

Mártires albaneses serão beatificados

Durante os 40 anos de ditadura comunista na Albânia, orar, fazer o sinal da cruz, usar crucifixo no pescoço ou mesmo ter fé era punível por lei. Em 1967, o país balcânico se autoproclamou oficialmente ateu, pela primeira vez em todo o mundo. Igrejas, mesquitas e outros lugares de culto religioso foram usados como shoppings, salões de esporte ou teatros; como foi o caso da Catedral de Shkodër, onde 38 mártires serão beatificados no dia 5 de novembro, usada na época como uma arena municipal de esporte. Esse é um lugar muito especial para os católicos, porque foi onde a primeira missa pós queda da ditatura foi celebrada. Na praça da catedral dedicada à Santo Estevão, há um monumento em memória aos mártires assassinados na história albanesa de ódio à religião. Bispo Vicenz Prennushi, Bispo Frano Gjini, Bispo Jul Bonati, Dom Alfons Tracki, Dom Anton Muzaj e Maria Tuci estão entre os 38 mártires. “Antes de serem torturados e executados, todos disseram: ‘Viva a Cristo Rei, viva a Albânia. Nós perdoamos aqueles que nos matarão’”, disse o Bispo Massafra de Shkodër, presidente da Conferência dos Bispos da Albânia, à ACN (Ajuda à Igreja que Sofre).

Publicado em Notícias
Terça, 04 Abril 2017 12:53

Cardeal Moroslav: um farol de fé

A fundação pontifícia ACN – Ajuda à Igreja que Sofre – lamentou a perda do Cardeal Miroslav Vlk, que faleceu no último 18 de março, aos 84 anos. "O Cardeal Vlk foi um farol de fé em um país que sofreu muito com o comunismo, um país no qual hoje, os laços que ligam as pessoas à fé são os mais fracos de toda a Europa", declarou o Padre Martin Barta, Assistente Eclesiástico Internacional da ACN.

Publicado em Notícias

No recém-criado templo mariano de Pleven, os católicos da Bulgária celebram o 100º aniversário das aparições de Fátima. A ACN – Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre – apoiou a construção da igreja.

Publicado em Projetos

A cidade de Kizilorda, no sudoeste do Cazaquistão, tem uma população de cerca de 270 mil pessoas. A pequena comunidade católica que vive aqui é composta praticamente por todas as pessoas de origem alemã, polonesa ou lituana. Nos últimos 10 anos, eles tiveram como pastor um padre católico que viaja regularmente da cidade de Shymkent, mais de 500 km de distância.

Publicado em Projetos
Página 1 de 2